Deriva dos Continentes

Há cerca de 250 milhões de anos, todos os continentes estavam unidos, formando um único supercontinente conhecido por Pangeia.Com o tempo, os continentes deslocaram-se para as posições que ocupam atualmente.  

A superfície terrestre é como um puzzle de placas tectónicas. Os movimentos das placas continentais e oceânicas moldam a paisagem, gerando vulcões, sismos, montanhas e bacias ao longo das fronteiras entre as placas.

Sabia que...?

As massas de terra — ou, por outras palavras, os continentes — são caraterísticas muito antigas do nosso planeta, datando de até cerca de 4 biliões de anos. Os oceanos, em contrapartida, são muito jovens. As rochas oceânicas mais antigas datam de há cerca de 200 milhões de anos. A crosta oceânica é constantemente gerada em dorsais médio-oceânicas e consumida em zonas de subducção, ao passo que os continentes se mantêm à tona na superfície terrestre.

Acredita-se que, ao longo da história do nosso planeta, os continentes se foram ciclicamente ligando, para formar supercontinentes, e depois separando. 

O mar atinge o seu nível mais elevado na história do nosso planeta quando os continentes se começam a afastar e as bacias oceânicas ficam muito rasas.

Os continentes estão rodeados de plataformas continentais, partes dos blocos continentais que se encontram submersas devido à erosão oceânica. Para resolver o "puzzle dos continentes", são as margens das plataformas continentais que se encaixam umas nas outras e não os limites dos continentes acima do nível do mar.

Ao longo da história do nosso planeta, os continentes têm vagueado pela superfície, ligando-se umas vezes, para formar supercontinentes, e afastando-se outras. Rodínia foi um supercontinente neoproterozoico que se ligou há 1,1-0,9 biliões de anos e se separou há 750-633 milhões de anos. As massas de terra voltaram a ligar-se há cerca de 250 milhões de anos, formando o supercontinente Pangeia. Com o tempo, os continentes deslocaram-se para as posições que detêm atualmente. Ainda hoje, continuam a mover-se relativamente uns aos outros.  

A superfície terrestre é como um puzzle de placas tectónicas. Os movimentos das placas continentais e oceânicas moldam a paisagem, gerando vulcões, sismos, montanhas e bacias nos limites das placas. 

Há cerca de 200 000 000 anos, os continentes ligaram-se para formar o supercontinente Pangeia. De então para cá, os continentes foram-se afastando lentamente até atingir as posições atuais. E ainda hoje continuam a mover-se.

LOCAIS A VISITAR

  • Science Alive Centre of EstremozExplore
  • Science Alive Centre of Faro (currently closed)Explore
  • Instituto Dom LuizExplore

CONTINUAR A EXPLORAR

Video of Plate Tectonics, from 540Ma to the Modern World (Scotese Animation)

A Plate Tectonic Puzzle , by the American Museum of Natural History

Pangea Breakup and Continental Drift, Physical Puzzle, by Tanya Atwater, UCSB

BIBLIOGRAFIA

Grotzinger, J. & Jordan, T. H. (2020). Understanding Earth, 8th ed. MacMillan.